Alta de Preços do Azeite em 2013

De acordo com as principais empresas do setor, problemas na safra do ano passado elevaram os custos de produção do azeite. Por consequência, o produto terá uma significativa alta de preços no Brasil, que importa praticamente todo o azeite comercializado no País.

Bernardo Pontes, diretor da Borges para a América Latina, afirma que ainda não é possível estimar o tamanho da alta nos preços. “Por enquanto, havia um estoque que foi sendo consumido. Mas há uma crise na origem mediterrânea”, explica. A Sovena, dona da marca Andorinha, conta que já subiu os valores de comercialização em 8% desde o final de 2012, e que mais reajustes ainda são esperados

O mercado brasileiro de azeite é dominado por empresas portuguesas e espanholas, que, por sua vez, compram matéria-prima dos países do mediterrâneo, como a Grécia. As fontes alternativas de importação, como Austrália, Chile e algumas regiões do Oriente Médio, não têm condições de suprir a oferta dos países latinos.

A indústria acredita, no entanto, que a demanda de azeite se manterá forte em 2013. “Tem havido um movimento de expansão do consumo do produto no Brasil. Já houve aumentos de preço anteriores que não inviabilizaram o crescimento do mercado”, afirma Nuno Miranda, gestor de mercado da Sovena.

Fonte: Folha de S. Paulo

Banner_globo

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s